Loading...

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Marisa apresenta proposta para garantir centros olímpicos nas cidades brasileiras

foto: Arquivo

A Senadora Marisa Serrano (PSDB-MS) apresentou esta semana o projeto que autoriza o Executivo a instituir o Programa de centros olímpicos (PLS 520/09).


O objetivo do programa é construir, ampliar ou recuperar instalações esportivas, nas capitais dos Estados e nas cidades com população superior a 500 mil habitantes – cerca de 40 municípios. A idéia é que estas cidades tenham, no mínimo, um centro olímpico para ser utilizado para o ensino, o desenvolvimento e a prática de várias modalidades esportivas. A parlamentar acredita que assim haverá um estímulo natural ao esporte. Ela também ressalta que com a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016 é preciso investir para criar uma geração de atletas de ponta no País.


Os recursos para garantir a instalação ou reforma de centros olímpicos deve ser previsto no Orçamento da União. Para a autora da proposta, a valorização dada ao esporte brasileiro nos últimos anos ainda é muito tímida. “É necessário fazer mais, e revolucionar o esporte nacional, da formação básica à preparação de atletas de alto rendimento”, afirma.


Marisa lembra ainda que esses centros olímpicos só precisariam ser construídos nas cidades que não tenham instalação esportiva adequada. Nas demais, as ações do programa se restringiriam à ampliação ou à recuperação dos centros. O projeto prevê preferência a instalações de propriedade da União.

Assessoria de Imprensa

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

REME encerra Projetos do Programa de Aceleração de Aprendizagem

Fotos Juvenal Moreira


Ao som da Orquestra de Violeiros de Três Lagoas, as unidades Escolares que trabalham com o Programa de Aceleração de Aprendizagem (PAA), na Rede Municipal de Ensino, realizaram exposições de trabalhos no Saguão da Prefeitura antiga, onde funciona atualmente a Secretaria de Educação e Cultura.


 No dia 24 (terça feira), por volta das 20hs, aconteceu a solenidade de apresentação dos trabalhos pelas Especialistas de Educação das respectivas Escolas, onde falaram sobre o desenvolvimento dos Projetos. 
 Todos os anos é feita uma demonstração para encerrar o ano letivo dos estudantes, onde cada escola apresenta um trabalho relacionado com diferentes temas.

A Ex-coordenadora do Programa Maria Helena Ferreira, que acompanhou os alunos até o final de Outubro/09, entregando o cargo para a Professora Eunice Brandão, acredita que o trabalho muda a vida do aluno. “Enquanto estive coordenadora, estes trabalhos sempre foram aula de sabedoria e aprendizado. Os alunos aprendem tanto dentro como fora da sala de aula, Eles resgatam valores, aprendem sobre ser cidadão e sonham com um futuro melhor” ressaltou.




A Escola Municipal General Nelson Custodio de Oliveira, fez um trabalho de homenagem com entrevistas e reportagens, com o tema “Projeto Memórias Póstumas do General Nelson Custodio de Oliveira”.


  A Escola Senador Filinto Muller falou sobre a qualidade de vida, uma vez que a maioria dos alunos são da melhor idade.
 A Escola Municipal Parque São Carlos, apresentou o Projeto: A Cidadania: Exercer para mudar.




Segundo a Coordenadora da Escola Municipal Parque São Carlos, Especialista em Educação, Rosa Lima Aguiar Ferreira, O Projeto: A CIDADANIA: EXERCER PARA MUDAR, foi realizado com as turmas do PAA I (2º e 3º ano), PAA II (4º e 5º Ano), PAA II (6º e 7º ano) e PAA IV ( 8º e 9º Ano), durante todo o ano letivo. "Este tema foi escolhido devido a conflitos que atualmente, presenciamos no ambiente escolar marcados pela violência física e psicológica em virtude da falta de respeito ás diferenças, do preconceito e de uma infinidade de outros tipos de agressões que causam a falta de cidadania, perda da solidariedade e desvalorização pessoal.


 Tais atitudes dificultam o desempenho da proposta pedagógica que almeja uma educação escolar inspirada nos princípios da liberdade e nos ideais de solidariedade humana, o preparo para o exercício da cidadania e a qualificação para o trabalho promovendo assim o desenvolvimento do educando", comentou a Coordenadora..





Major Monari quer Policia Militar integrada com Direção Escolar

A polícia Militar através do Comandante Major Wilson Sérgio Monari, está convidando todos os diretores e responsáveis por unidades escolares para uma reunião no Quartel do 2º Batalhão de Policia Militar, dia 09 de Dezembro de 2009.
Segundo o comandante Monari, a reunião será para juntos encontrar soluções para os problemas que estão acontecendo no interior e proximidades das escolas, como furto, tráfico de drogas e uso de drogas, bullying, vias de fatos e ameaça contra professor.
"Para a reunião ser produtiva e alcance os objetivos propostos, solicito que todos tragam informações dos problemas que estão acontecendo em suas respectivas unidades educacionais, bem como nomes, endereço e demais dados que entendem ser útil para solução do problema e diante mão já vou adiantar que todos as informações serão mantidas em maior e absoluto sigilo. Nós da Policia Militar queremos proporcionar segurança tanto para o corpo docente como para o discente, e por estar diretamente ligado ao cotidiano escolar, solicito que apresente sugestões para melhorarmos a ação de segurança em suas escolas", finalizou o comandante Monari.

Semec capacita membros das Associações de Pais e Mestres da REME


A Secretaria Municipal de Educação e Cultura, estará realizando capacitação aos integrantes das Associações de Pais e Mestres das Unidades Escolares da REME, referente as normas de funcionamento das cantinas existentes nas Unidades Escolares, tendo em vista que a partir do ano de 2010 deverá se adequar a Portaria do F.N.D.E/PNAE - FUNDO NACIONAL DO DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO E O  PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR que preconiza as diretrizes sobre Promoção da Alimentação Saudável no ambiente escolar. Sendo assim a Profª Mariza Aparecida Montalvão Salim convoca os Presidentes das A.P.M (Associação de Pais e Mestres), de todas as unidades escolares para a reunião que se dará no dia 10 de Novembro de 2009, ás 8 hs, no Saguão da Prefeitura /antiga.

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

E.M.Parque São Carlos expõem Projeto Cidadania: Exercer para mudar


Após a conclusão dos trabalhos do Projeto Cidadania: Exercer para mudar, a  Diretora Viviane da Silva Corrêa, juntamente com a Especialista em Educação Rosana Aguiar Lima Ferreira e as  Professoras: Tânia com sua filhinha Barbara, Francisca Modesto, Dejanir, Jane e Maria Ângela, todas do período noturno da Escola Municipal Parque São Carlos, estiveram na noite do dia 23 de Novembro, por volta das 20 horas, realizando exposições dos trabalhos desenvolvidos pelos Estudantes da Unidade Escolar, no Saguão da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEMEC). O Projeto abordou diversos temas, confira fotos abaixo:





O Projeto Cidadania: Exercer para mudar, foi desenvolvido na Escola Municipal Parque São Carlos, pela professora Francisca Modesto, no ano de 2009 no período noturno, com alunos do Programa de Aceleração da Aprendizagem e tem por objetivo envolver os alunos em atividades solidárias para o fortalecimento do senso humanitário e cidadania, como também crítico para que se aprimorem de conteúdos sociais, culturais em que sejam discutidos valores éticos e morais de maneira crítica e construtiva.

O texto abaixo foi produzido pelos alunos do Programa de Aceleração da Aprendizagem: Roger, Arnaldo e Pablo na aula de Língua Portuguesa ministrada pela Professora Francisca Modesto, após estudos sobre o bullying.

Bullying a febre do desrespeito

O Bullying é um tema que está sendo discutido no mundo inteiro.

É a forma de a juventude em geral transmitir a violência que há dentro de si, passando se um mundo irreal criado por eles para um mundo real..Com isso está causando um grande transtorno na sociedade em geral,principalmente nas escola em que professores estão sendo atingidos por essa febre.Outros que estão sendo muito afetados são os jovens ,pois estão perdendo a sua própria identidade e auto estima e com isso perdendo a vontade de viver.
É algo muito sério em que a sociedade de todos os padrões de vida, deveria se preocupar,porque está levando os jovens a cometerem crimes que eles mesmos não estão se dando conta dos danos que estão causando, perdendo o controle o controle total e com isso a sociedade em geral está perdida, procurando alguma solução.
Vemos pessoas nas escolas, jogadas nos cantos, afastadas de todos. É muito triste saber que os colegas ofendem com apelidos, desprezam-nos e até mesmo alguns agem com agressão física.
Esse tipo de violência de forma repetitiva causa na mente dos jovens danos que para solucionados, requerem muito tempo, paciência, compreensão e além de profissionais da saúde.
Olhando para a estatística, observamos que o número de pessoas afetadas pelo bullying é maior do que esperávamos, e isso é assustador. Há necessidade que se una contra essa “desgraça”chamada bullying, acabando primeiro com a discriminação,assim se fará uma sociedade pacífica e consequentemente um mundo melhor de se viver em que reina paz,educação ao próxima e a cidadania.



















domingo, 22 de novembro de 2009

Prefeita Simone Tebet é apresentada ao Presidente da Federação de Xadrez do Estado de Mato Grosso do Sul

Fotos Juvenal Moreira


Em visita ao CRASE, na tarde de sábado 21/09, por volta das 15 horas, a Prefeita Simone Tebet, aproveitou para conferir a 1ª Copa de Xadrez Cidade das Águas, que acontecia com mais de 150 enxadristas do Município e da cidade de Maracajú. Na oportunidade foi apresentada ao Presidente da Federação de Xadrez de Mato Grosso do Sul, Orlando Silvestre Filho (Profº e Médico Veterinário). Vale ressaltar que essa Federação é uma das mais atuantes no cenário Sul-Mato grossense e que está sempre marcando presença e apoiando os mais diversos eventos da modalidade. Silvestre, comprimentou a maior expressão política da cidade, falou da amizade que tinha com o Senador Ramez Tebet, enfatizou as realizações da Federação e colocou-se a disposição para promover em parceria com a Secretaria de Esportes e Lazer um verdadeiro grande evento de Xadrez na cidade de Três Lagoas.

sábado, 21 de novembro de 2009

Projeto Sacode a Memória domina categoria absoluto da 1ª Copa de Xadrez Cidade das Águas


Fotos: Juvenal Moreira

Contando com importante apoio dos Enxadristas Guilherme Cervi, Valdeci Rezende Gonçalves (Professor e Coordenador do Projeto), Orlando Silvestre Filho (Presidente da Federação Sul Mato grossense de Xadrez) e Fernando J. Freire dos Santos, o Projeto Sacode a Memória, desenvolvido na Escola Municipal Parque São Carlos, dominou a competição na categoria absoluto, conquistando  a 1ª colocação com Fernando, a 2ª Com Valdeci e a terceira com Guilherme, Silvestre ficou com a quarta posição.


 O evento que teve uma organização exemplar, contou com a participação da Escola Funlec, Centro Juvenil Salesiano, Escola Estadual Fernando Corrêa, Dom Aquino Corrêa, Associação de Xadrez Império do REI, do Jardim Alvorada, CRASE , Projeto Sacode a Memória e uma forte equipe representando o Município de Maracaju-MS. O congresso técnico  iniciou por volta das 13h, do dia 21 de Novembro/09, e as competições iniciaram por volta das l3h30minutos.


  Depois de cinco(05), rodadas de 21 minutos (Sistema Suíço), a solenidade de premiação ocorreu ás 18hs30min.


O Projeto Sacode a Memória, conquistou na categoria sub-10, a terceira posição com Álvaro B. da Silva (masc.), Douglas F. dos Santos, ficou na terceira colocação na sub -12 (masc.) e 5º e 6º lugar (fem.), com Bianca P. Cataneo e Maria G.A. Goes,  respectivamente, além do segundo lugar na categoria Absoluto (fem.) com Aline Rodrigues de Souza.


 Confira fotos do evento:













Foto ao lado esquerdo: Fernando, disputando a partida final com o Professor e Coordenador do Projeto Sacode a Memória  Valdeci Rezende Gonçalves.

Foto do lado esquerdo é o Enxadrista Álvaro, medalha de Bronze, do Projeto Sacode a Memória na categoria sub-10. A foto lado direito: A linda Jordana Maioli, filha do Professor Celso Maioli e Sueli Militão Maiole, que também garantiu a sua medalha no evento, representando o Centro Juvenil Salesiano.



fotos onde o Professor Juvenal Moreira, autor do Projeto Sacode a Memória, entrega a medalha de vice-campeão do evento, na categoria Absoluto (Masculino), ao Professor e Coordenador do referido Projeto, Professor Valdeci Rezende. Ao lado direito a Enxadrista Aline Rodrigues, vice campeã na categoria Absoluto Fem. e abaixo Guilherme Cervi, 3º colocado




Não poderia de deixar de registrar a participação do Gabriel Carvalho Diogo, filho dos Professores de Educação Física do Dom Aquino Corrêa e São Carlos: Cilene Soraya e Francisco Diogo Neto, jogando com Silvestre, Presidente da Federação. Na foto ao lado esquerdo, os três Enxadristas que ocuparam as três primeiras colocações.


Confira classificação por categoria



Categoria Absoluto (15 anos acima masculino)


1º Lugar: Fernando J. Freire dos Santos - Projeto Sacode a Memória
2º Lugar: Valdeci Resende Gonçalves - Projeto Sacode a Memória
3º Lugar: Guilherme Cervi - Projeto Sacode a Memória
4º Lugar: Orlando Silvestre Filho - Projeto Sacode a Memória


Categoria Absoluto (15 anos acima feminino)


1º Lugar: Geissa R. Freitas  -  Funlec
2º Lugar: Aline R. de Souza - Projeto Sacode a Memória

Categoria Sub-14 (Masculino)


1º Lugar: Paulo V.B. Neto  - Funlec
2º Lugar: João V.B. do Prado - Funlec
3º Lugar: Artur H.A.Mreco - Maracaju
4º Lugar: Walter Jose Sansdis - Projeto Sacode a Memória
5º Lugar: Leonardo - Maracaju
6º Lugar: Claudinei S.R Júnior - Projeto Sacode a Memória
7º Lugar: Joâo Melo - Fernando Corrêa
8º Lugar: Yan Erik - Projeto Sacode a Memória
9º Lugar: Gustavo H.E.S. de Jesus - Projeto Sacode a Memória
10º Lugar: Rafferson da S.Lima - Projeto Sacode a Memória

Categoria Sub - 14 (Feminino)


1º Lugar: Maria E.A. Galvani - Funlec
2º Lugar: Amanda B. Mazzucatto  - Maracaju
3º Lugar: Ana Gabriele G.Lata - Funlec


Categoria Sub-12 Masculino

1º Lugar: José Galvani - Funlec
2º Lugar: José de PM Junior - Funlec
3ºDouglas F. dos Santos - Projeto Sacode a Memória
4º Lugar: Juciano Professor - Maracaju
5º Lugar: Lincon Salgado - Maracaju
6º Lugar:Matheus dos Santos  - Dom Aquino Corrêa
7º Lugar: Marcelo HC dos Santos  - Projeto Sacode a Memória
8º Lugar: Andre de Souza - Imperio do Rei
9º Lugar: Adamo José dos Santos  - CRASE
10ºLugar: Maick H.R. de Lima  - Projeto Sacode a Memória

Categoria Sub 12 Feminino

1º Lugar: Karine Moraes - Maracaju
2º Lugar: Alexya J Guindo  - Imperio do REI
3º Lugar: Alessia E. Xavier - Funlec

Categoria Sub 10  Feminino (Premiação até o décimo lugar)

1º Lugar: Flavia S. Hasegava - Funlec
2º Lugar: Julia Nakamura - Funlec
3º Lugar: Letícia Vitória - Funlec
4º Lugar: Amanda Bononi - Imperio do REI
5º Lugar: Bianca Catanêo - Projeto Sacode a Memória
6º Lugar: Maria Goes - Projeto Sacode a Memória
7º Lugar: Jordana M. Maiole - Salesiano
8º Lugar: Rulsana J.Alem - Maracaju
9º Lugar: Thais M.de Q.Gonçalves - Salesiano

Categoria Sub 10 Masculino

1º Lugar: Samuel Pereira  -  Maracaju
2º Lugar: Daniel Specht - Funlec
3º Lugar: Alvaro B. da Silva - Projeto Sacode a Memória
4º Lugar: Davi Souza - Maracaju
5º Lugar: João Ramos - Maracaju
6º Lugar: Gustavo S. do Cantos - Maracaju
7º Lugar: Luiz Ribeiro - Funlec
8º Lugar: Rafael Pereira - Maracaju
9º Lugar: Vinicius Costa Maracaju
10ºLugar: Marcos Dutra  - Funlec

Categoria Sub-08 Feminino (premiação até o décimo lugar)

1º Lugar: Ana Clara Ribeiro - Imperio do REI
2º Lugar: Ingrid Maciel  -  Maracaju
3º Lugar: Jessica Jara   - Maracaju
4º Lugar: Gabriele Fagundes - Maracaju
5º Lugar: Letícia Pacheco - Maracaju
6º Lugar: Luana Gonçalves - Funlec
7º Lugar: Mariana Duarte - Imperio do REI

Categoria Sub 08 Masculino

1º Lugar: Matheus Fabio - Funlec
2º Lugar: Rafael Miasaki  - Funlec
3º Lugar: Pedro Taglialenh - Funlec
4º Lugar: Tharso Candido -
5º Lugar: Alefer Xavier - Funlec
6º Lugar: Carlos Augusto da Silva - Maracaju
7º Lugar: João Escaliante - Funlec
8º Lugar:  Maxuel Oliveira  - Salesiano
9º Lugar: Luis Felipe Duarte - Funlec
10ºLugar: Luis Dettmer - Funlec

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

E.M.P.São Carlos encerra Projeto Cidadania Exercer para mudar


O Projeto Cidadania: Exercer para mudar, foi desenvolvido na Escola Municipal Parque São Carlos, pela professora Francisca Modesto, no ano de 2009  no período noturno, com alunos do Programa de Aceleração da Aprendizagem e tem por objetivo envolver os alunos em atividades solidárias para o fortalecimento do senso humanitário e cidadania, como também crítico para que se aprimorem de conteúdos sociais, culturais em que sejam discutidos valores éticos e morais de maneira crítica e construtiva.


O texto abaixo foi produzido pelos alunos do Programa de Aceleração da Aprendizagem: Roger, Arnaldo e Pablo na aula de Língua Portuguesa ministrada pela Professora Francisca Modesto, após estudos sobre o bullying.

Bullying a febre do desrespeito


O Bullying é um tema que está sendo discutido no mundo inteiro.
É a forma de a juventude em geral transmitir a violência que há dentro de si,passando se um mundo irreal criado por eles para um mundo real..Com isso está causando um grande transtorno na sociedade em geral,principalmente nas escola em que professores estão sendo atingidos por essa febre.Outros que estão sendo muito afetados são os jovens ,pois estão perdendo a sua própria identidade e auto estima e com isso perdendo a vontade de viver.
 É algo muito sério em que a sociedade de todos os padrões de vida, deveria se preocupar,porque está levando os jovens a cometerem crimes que eles mesmos não estão se dando conta dos danos que estão causando,perdendo o controle o controle total e com isso a sociedade em geral está perdida, procurando alguma solução.


Vemos pessoas nas escolas, jogadas nos cantos, afastadas de todos. É muito triste saber que os colegas ofendem com apelidos, desprezam-nos e até mesmo alguns agem com agressão física.


Esse tipo de violência de forma repetitiva causa na mente dos jovens danos que para solucionados, requerem muito tempo, paciência, compreensão e além de profissionais da saúde.


Olhando para a estatística, observamos que o número de pessoas afetadas pelo bullying é maior do que esperávamos, e isso é assustador. Há necessidade que se una contra essa “desgraça”chamada bullying,acabando primeiro com a discriminação,assim se fará uma sociedade pacífica e consequentemente um mundo melhor de se viver em que reina paz,educação ao próxima e a cidadania.