Loading...

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Crianças continuam sendo maltratadas pelos pais

Gisele Mendes Foto: Arquivo JP



Vice-presidente do Conselho Tutelar, Davis Leal

O número de casos de maus-tratos contra crianças e adolescentes em Três Lagoas é considerado alarmante pelo Conselho Tutelar. De acordo com o vice-presidente do conselho, Davis Martinelli Leal, todos os meses são registrados, em média, 11 desses crimes. No ano passado, mais de 120 casos de maus-tratos chegaram até o Conselho Tutelar, mas Leal acredita que o número real é ainda maior, pois nem todos os casos são denunciados.
 
O episódio mais recente aconteceu na noite de segunda-feira, no bairro Santa Rita. Um garoto de 13 anos foi espancado pelo padrasto. De acordo com Leal, o menino apresentava hematomas no pescoço e atrás das orelhas. Uma equipe do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu) precisou ir ao local para atender à vítima. Ela foi encaminhada ao Hospital Auxiliadora onde foi preciso engessar o braço esquerdo, pois o tendão do dedo polegar da mão do garoto foi distendido, enquanto era agredido.
 
Conforme Davis Leal, o caso foi denunciado por vizinhos. “Em apenas 20 minutos, recebemos seis ligações sobre a mesma ocorrência. Se eles não tivessem denunciado, o garoto teria sofrido ainda mais agressões. O caso poderia ter sido bem pior”, disse. Além do Conselho Tutelar e Samu, uma viatura da Polícia Militar (PM) também esteve no local.
 
Confira a matéria completa na edição Nº 4.866, de 18 de janeiro, do Jornal do Povo.













Nenhum comentário:

Postar um comentário