Loading...

quarta-feira, 14 de março de 2012

Professores de Três Lagoas conquistam piso nacional na véspera de manifestações


Cumprimento da Lei do Piso é principal ítem do movimento dos trabalhadores em educação em todo País
Elisângela Ramos
Paralisação na Praça senador Ramez Tebet em Três Lagoas.
Dezenas de trabalhadores em educação, a maioria professores, participaram na manhã desta quarta-feira em Três Lagoas das manifestações do movimento nacional em defesa da Lei do Piso Salarial. A greve, de três dias, busca denunciar o não cumprimento da lei e também para reflexão das principais demandas do magistério e em defesa do ensino público de qualidade. Após a passeata, no centro da cidade, os professores participaram de ato na Praça Senador Ramez Tebet.
 
REIVINDICAÇÕES

Os professores estão pedindo o cumprimento do pagamento do Piso Nacional no valor de R$ 1.451,00, um terço de hora-atividade para o planejamento de aulas fora da sala, planos de cargos e carreira e também 10% do PIB para a educação.
 
CONQUISTA

às vésperas da greve de três dias, os professores da educação básica de Três Lagoas conquistaram piso de R$ 1.451, valor do piso nacional aprovado pelo Congresso Nacional. Em relação ao piso anterior, a nova reumeração base corresponde a aumento de 22,22% em relação ao pago em 2011 (R$ 1.187,00).

SINTED

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Educação Básica de Três Lagoas e Selvíria, (Sinted), Maria Diogo, falou sobre a conquista da categoria. "O Sindicato solicitou a publicação da tabela, com os valores corrigidos e com efeito retroativo a janeiro deste ano e a prefeita acolheu nosso pedido", conta Maria Diogo.
 
CRONOGRAMA

Seguindo o cronograma de paralisação nesta quarta-feira (14) houve passeata, panfletagens e assembléias em todo o estado.
 
Nesta quinta-feiura, dia (15), passeata será realizada na Capital com homenagens às prefeituras que cumprem a lei do piso salarial nacional.
 
Na sexta-feira, último dia de mobilização dos professores, haverá debates em todo o Estado sobre o Plano Nacional de Educação (PNE).

com informações do PERFILNEWS

Nenhum comentário:

Postar um comentário