Loading...

sexta-feira, 16 de março de 2012

FETEMS entrega prêmio para prefeito educador

foto: divulgação


Durante a programação do dia de mobilização da greve nacional em nível estadual, que foi realizado em Campo Grande, nesta quinta-feira (15), pela FETEMS (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), 15 gestores públicos municipais foram homenageados pela Federação com o prêmio “Prefeito Educador”, por cumprirem na íntegra a Lei do Piso Salarial Nacional, nº 11.738.
 
A Lei prevê o pagamento de um salário de R$ 1.451 para o professor de nível médio, em início de carreira e 1/3 da hora atividade para os professores se capacitarem, prepararem suas aulas, corrigirem provas e atenderem os pais de alunos.
 
Entre os municípios sul-mato-grossenses que respeitam a legislação, Paranaíba é o que tem o melhor salário para os profissionais da educação, com um piso de R$ 2.019. Para o prefeito de Paranaíba, José Garcia de Freitas, cumprir a lei do Piso é uma obrigação do gestor público. “O valor do piso é o mínimo que um prefeito pode fazer pela educação, é respeitar o professor como educador e profissional responsável em cuidar da formação de nossas crianças”, afirma.
 
Em Três Lagoas, primeiro município de MS em que a Lei do Piso foi implantada, no ano de 2009, a prefeita Márcia Maria de Souza, salienta que a mudança no ensino público é visível. “O professor receber o piso e ter o 1/3 da hora-atividade refletiu no ensino, hoje temos mais professores capacitados, especialistas, menos licenças médicas e com tudo isso temos a certeza que se trata de um dos mais importantes investimentos feitos em Três Lagoas, pois caminhamos para termos uma educação pública cada vez melhor”.
 
Segundo o presidente da FETEMS, Roberto Magno Botareli Cesar, a intenção da Federação ao premiar os gestores públicos comprometidos com a educação é mostrar para a sociedade sul-mato-grossense e para os demais prefeitos que é possível sim cumprir a Lei e investir mais recursos no ensino público. “Estes gestores mostraram que as promessas de palanque de investimento na educação pública são possíveis e não devem apenas serem usadas como uma maneira de ganhar votos durante as campanhas eleitorais, por isso ao invés de criticar os prefeitos que não cumprem a Lei, resolvemos fazer ao contrário e valorizar quem acredita no ensino público de qualidade como base do desenvolvimento do seu município”, afirma.
 
Roberto disse ainda que o prêmio “Prefeito Educador” será anual e terá critérios diferentes a cada edição. “A partir de hoje a FETEMS lança com esta premiação, o prêmio anual do “Prefeito Educador”, que será concedido com critérios diferentes, dependendo da pauta da nossa luta. A nossa intenção é reconhecer a ação dos gestores que valorizam os profissionais em educação e estão comprometidos com o ensino público de qualidade que todos queremos”, conclui.
 
Os gestores públicos premiados foram:
 
Aquidauna - Fauzi Suleiman - PMDB
 
Antônio João –Lucia Regina da Cruz Butkevicius - PMDB

Água Clara - Edvaldo Alves de Queiroz - PDT
 
Paranaiba –José Garcia de Freitas – PDT
 
Navirai –Zelmo de Brida – PMDB

Sidrolandia –Daltro Fiuza – PMDB
 
Brasilândia - Antônio de Pádua Thiago - PMDB
 
São Gabriel D’oeste - Sergio Luiz Marcon – PSDB
 
Inocência - Antônio Angelo Garcia dos Santos – DEM

Três Lagoas - Márcia Maria de Souza da Costa Moura de Paula – PMDB
 
Miranda - Neder Afonso da Costa Vedovato – PSB
 
Camapuã - Marcelo Pimentel Duailibi – DEM
 
Coronel Sapucaia - Rudi Paetzold – PDB
 
Sete Quedas – Sérgio Roberto Mendes - PDT
 
Nioaque - Ilca Corral Mendes Domingos – PMDB









Nenhum comentário:

Postar um comentário