Loading...

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

André envia reajuste de 6% mesmo sem aceitação de professores


O governador André Puccinelli (PMDB) encaminhou ontem (13) à tarde à Assembleia Legislativa projeto prevendo 6% de reajuste aos educadores de Mato Grosso do Sul, mesmo sem a aceitação da categoria.
Na última reunião com os professores, na semana passada, Puccinelli deixou claro que esta era sua última oferta e que poderia até sentar com os sindicalistas para nova rodada de negociações, mas só em abril de 2011.
Os 6%, segundo o governador, totalizam a correção das perdas com a inflação no período mais “algum ganho nominal”.
As tabelas de vencimento-base e de incentivo financeiro são para os servidores da Educação Básica, cargos de especialista de educação e professor leigo.
Na quinta-feira da semana passada, representantes da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) se reuniram com o governador André Puccinelli para a última rodada de negociações, mas não houve acordo.
Na prática, os educadores querem um reajuste escalonado, de 2011 a 2013, onde eles pretendem chegar recebendo o piso nacional por 20 horas trabalhadas.
Puccinelli aceita conversar em 2011 para que as modificações entrem em vigor só em 2012. A categoria discutirá estes e outros assuntos hoje às 14h30, na sede da Fetems, durante assembléia geral.
Eles não descartam que o ano letivo de 2011 comece sem aulas.
Fonte: Campo Grande News

Nenhum comentário:

Postar um comentário