Loading...

sábado, 23 de janeiro de 2010

Sindicatos discutem mudanças para Planos de Cargos e Carreiras

foto: divulgação

Os sindicatos que representam a classe dos servidores públicos municipais de Três Lagoas reuniram-se na manhã desta sexta-feira (22) na Prefeitura quando iniciaram as discussões sobre os reajustes nos planos de cargos e carreiras. Além das comissões que representam o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais e o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Três Lagoas (SINTED), também participaram das duas reuniões o secretário de Administração, Odair Biassi; o secretário de Educação e Cultura, Mário Grespan; e o diretor do Departamento de Recursos Humanos, Byron Medeiros.

Servidores municipais

Os servidores municipais terão reajuste em maio e durante esta semana entregaram para a prefeita Simone Tebet (PMDB) o PCCR - Plano de Cargos e Carreiras e Remuneração, que começou a ser discutido na reunião desta sexta-feira. Segundo Byron, o novo Plano irá se adequar as novas normas que garantem os direitos do servidor.



Conforme Odair Biassi, esta atualização do PCCR se faz necessário já que o outro é considerado ultrapassado. “Pretendemos modernizar e adequar a nossa realidade, de forma a trazer benefícios para os dois lados”, acrescentou o secretário de Administração.


Dentre as adequações a serem analisadas estão o enquadramento funcional de acordo com o tempo de serviço, progressões por merecimento, qualificação profissional, gratificações e nova estrutura de cargos.

SINTED

Em Três Lagoas apenas os servidores da Educação possuem data base do reajuste em janeiro e também iniciaram nesta sexta-feira as negociações com a Prefeitura.


Os dois programas de mudanças ao Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração dos trabalhadores em Educação, por parte da Prefeitura e do SINTED, foram fundidos gerando um terceiro programa, que agora passa por novas reavaliações.


Segundo a presidente do SINTED, Elaine de Sá, dentre as mudanças propostas para o Plano estão: a redução da jornada do especialista de 40 horas semanais para 36 horas semanais; e a regulamentação da hora atividade do professor, sendo 50% cumprido na escola e 50% de livre escolha pelo professor. A parte financeira ainda não entrou em discussão.


Ambos os Planos passarão por novas avaliações e posteriormente serão submetidos à apreciação da Câmara de Vereadores.











Um comentário:

  1. BRASIL, CIDADÃOS E CIDADÃS, BLOGUEIROS...Leiam matéria sobre a ocupação da Câmara Municipal de Tabuleiro do Norte, HOJE, pelos servidores municipais com o seu sindicato. Queriam apenas conversar, tirar projeto de pauta, pois direito de amplia, não se reduz! Matéria completa no blog: www.valdecyalves.blogspot.com

    Divulguem, comentem, liguem em solidariedade aos seus amigos servidores, ao sindicato irmão. Hoje são eles na luta, amanhã poderão ser vocês. ARMEMOS REDE DE APOIO. Contatos na matéria no blog:

    www.valdecyalves.blogspot.com

    ResponderExcluir